Sunday, 21 October 2007

RÓTULO


Definir-me como escrava seria erróneo, incompleto, inconforme. Sou escrava, sim, mas do meu Dono.

Não me baixo a mais ninguém senão a Ele, não me curvo perante nenhum outro. Não ajoelho a outros pés, não ofereço o meu corpo a outras mãos. Nenhum outro me dobra até ranger, me torce até chiar, me subjuga, me faz querer beijar o chão por onde passa. Não respondo a outra voz de comando, não me submeto a outro domínio que não o Seu. Só perante o meu Dono me anulo, me encolho, me transformo em nada. Só ao meu Dono reconheço poder total sobre a minha vida, só Ele sabe como me domar, só a Ele me rendo, me entrego. Só o meu Dono detem o poder de fazer de mim tudo o que quiser.

É esse o rótulo que trago tatuado na alma. Escrava do Senhor JB.

6 comments:

Cármen Neves said...

Adorei o que escreveste!

Sua escrava said...

Obrigada Carmen, desta vez é meu... E como tudo aquilo que escrevo, é sentido até à medula. Tenho passado no teu site e a ler aos poucos. Estou a gostar! beijos

Cármen Neves said...

Querida!

Muito me honra saber que estás lendo os meus escritos! Apareça sempre, pois tenho estado no teu blog, muitas vezes. Ontem, por exemplo, li toda a primeira página. Tu és fantástica!
Escrevi duas frases com o tema escrava, leia!
Voltarei muitas outras vezes.
Um beijo querida,

Sua escrava said...

És sempre bem-vinda!
Mas não sei a que frases te referes...escreveste onde, essas duas frases com o tema escrava? procurei no teu site, mas não vi nada...Podes ser mais específica?
beijo

Cármen Neves said...

Querida!
Esta em poesia no dia 25.06.07, com o título escrava e tem uma imagem, eis:

Escrava.
Nua de vestes
Coberta de desejos
Implora
Suplica o teu olhar...

É tua
Não adianta fugires.

Em teus braços
A força do desejo
É maior do que
A razão do doce beijo.

A frase está no dia 23.06.07
Com o mesmo título, eis:

Escrava.

CORPO A ESPERA DE TUDO.
Nesta a imagem é excitante!

Sua escrava said...

Lindo...revela uma sensibilidade muito especial. Parabéns.